Teste do Pezinho

Teste do Pezinho

Publicado por: Ana Publicado: 06/06/2019 Visitas: 166 Comentários: 0

O teste do pezinho envolve a coleta de uma amostra de sangue para descobrir se o seu bebê tem 1 de 9 doenças raras, porém graves. O tratamento precoce pode melhorar sua saúde e prevenir incapacidades graves ou até a morte.

Desde 1992 o teste do pezinho se tornou obrigatório em todo o território nacional. Com isso, uma série de crianças puderam ter o diagnóstico e iniciar o tratamento ainda nas suas primeiras semanas de vida. . Até o 10º dia de vida do bebê, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece o serviço de maneira gratuita, após este período o exame deve ser realizado em clínicas particulares. 


Como funciona o teste do pezinho?

Um profissional de saúde vai picar o calcanhar do bebê e coletar 4 gotas de sangue em um cartão especial. Você pode aliviar qualquer angústia para o seu bebê o abraçando e alimentando, certificando-se de que ele esteja quente e confortável. Ocasionalmente, a amostra pode precisar ser coletada quando o bebê tiver 6, 7 ou 8 dias de idade.

Às vezes é necessária uma segunda amostra de mancha de sangue. A razão para isso será explicada para você. Isso não significa necessariamente que há algo errado com seu bebê. O teste não apresenta nenhum risco conhecido para o seu bebê.

Possíveis doenças identificadas no teste

A triagem neonatal ajuda a identificar bebês considerados afetados por uma das seguintes condições:

Fenilcetonúria - É uma condição rara que afeta cerca de 1 em 10.000 bebês. Um bebê com esse problema não pode usar adequadamente um dos blocos de proteína chamada fenilalanina, que se acumula no sangue e causa danos cerebrais. Esta é uma condição hereditária rara que pode causar graves dificuldades de aprendizagem. O tratamento precoce com uma dieta especial pode prevenir a incapacidade e permitir que os bebês levem uma vida normal.

Hipotireoidismo congênito (CHT) - O hipotireoidismo afeta cerca de 1 em 3.500 bebês. É causada pela glândula tireóide não se desenvolvendo adequadamente. O tratamento precoce com hormônio tireoidiano diário leva ao desenvolvimento mental e físico normal.

Fibrose cística (CF) - 1 em cada 2.500 bebês tem fibrose cística. Na fibrose cística, o muco produzido nos intestinos e pulmões é mais espesso que o normal. Isso resulta em infecções nos pulmões. Nos intestinos, pode levar a dificuldades em digerir os alimentos adequadamente. O teste de triagem neonatal detecta cerca de 95% dos bebês com FC, mas também detecta alguns bebês que são portadores saudáveis ​​de FC. Bebês com um resultado de teste positivo precisarão de um teste de suor com cerca de 6 semanas de idade para determinar se o bebê tem FC ou se é apenas um portador saudável. Um portador saudável não é afetado com FC e suas funções corporais normalmente.

Galactosemia - Transtorno extremamente raro afeta apenas 1 em 40.000 bebês. O distúrbio é causado pelo acúmulo de galactose (um tipo de açúcar no leite) no sangue. O tratamento imediato com leite especial sem galactose impedirá doenças graves. Sem tratamento, um bebê pode ficar muito doente e morrer.

Outros distúrbios raros do metabolismo - O sangue testado no teste do pezinho pode ser testado para uma série de outras desordens metabólicas muito raras, como defeitos de aminoácidos, ácido orgânico e oxidação de ácidos graxos. Coletivamente, esses distúrbios ocorrem em 1 de cada 4.000 bebês e, portanto, são raros. Estas condições são frequentemente tratáveis ​​com cuidados especializados e dietas.

Obtendo os resultados

Todos os transtornos listados neste artigo são raros e, na maioria dos bebês testados, os resultados são normais. Os pais são contatados se houver preocupações com os resultados do teste.

Alguns bebês precisarão de um segundo exame de sangue. Isso geralmente ocorre porque o primeiro teste não deu um resultado claro. A maioria dos testes secundários da maioria dos bebês dará resultados normais e seu médico será informado.

Se o resultado do teste do pezinho estiver alterado, a família e o ponto de coleta são contatados pelo Serviço de Referência em Triagem Neonatal e o bebê é reconvocado para fazer novos exames que podem confirmar ou excluir a doença para a qual a triagem foi alterada.


Fonte:
http://www.blog.saude.gov.br/index./servicos/53370-dia-nacional-do-teste-do-pezinho-reforca-importancia-do-exame

http://unidospelavida.org.br/dia-nacional-do-teste-do-pezinho/
https://www.acessa.com/saude/arquivo/noticias/2013/06/05-dia-mundial-do-teste-do-pezinho-e-comemorado-nesta-quinta/
https://www.pregnancybirthbaby.org.au/neonatal-screening-test
https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/newborn-blood-spot-test/

 

Tags: teste do pezinho, dia mundial do pezinho, dia nacional do teste do pezinho, exame, prevenção, bebê, recém-nascido

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

BLOG

LEIA MAIS

 

AGENDA

ACESSE

REVENDEDOR

ACESSE

VALE PRESENTE

LEIA MAIS